BYD Energy investe 150 milhões e vai criar 300 vagas diretas

Empresa chinesa irá abrir fábrica de painéis solares em Campinas em 2017

A chinesa BYD Energy confirmou na data de ontem sua previsão de iniciar a produção de módulos para geração de energia solar em uma fábrica em Campinas, no interior de São Paulo já no início de 2017.

De acordo com a BYD Energy, a unidade terá capacidade de produção de 200 megawatts, receberá um investimento inicial de 150 milhões de reais e irá criar 300 vagas de emprego na região. A planta ficará em Campinas, onde a companhia está instalando uma fábrica de ônibus elétricos – um investimento de US$ 100 milhões realizado no ano passado que foi notícia antecipada aqui no BVMI.

Com esta ação a BYD Energy junta-se à canadense Canadian Solar, que também já anunciou a instalação de uma unidade de painéis solares no Brasil (você leu primeiro aqui) para atender à demanda por equipamentos gerada por leilões para a contratação de energia solar realizados pelo governo desde 2014.

A BYD Energy é o braço de investimentos em energia verde da gigante chinesa BYD, maior fabricante global de baterias recarregáveis.

A companhia destacou que a decisão de investir no Brasil veio com os leilões para contratar usinas fotovoltaicas, que deverão resultar na construção de uma série de empreendimentos solares nos próximos anos.

A BYD calcula que o país deverá partir de uma capacidade atual de apenas 30 megawatts em energia solar, com 39 usinas, para 2.734 megawatts em 2019, com 134 usinas.

Segundo Wang Chuanfu, CEO da BYD “Seremos a maior montadora da China em 2016 e a maior do mundo em 2025″

“O boom na geração de energia solar do Brasil criou um cenário ideal para a BYD começar a produzir no país seus módulos solares, que são o estado da arte”, afirmou a BYD em nota.

O anúncio do investimento na unidade solar brasileira havia sido oficializado ainda em 2015, durante visita do primeiro-ministro chinês Li Keqiang ao Brasil.

Até 2017, o Grupo BYD pretende investir R$ 1 bilhão no Brasil. A empresa vai instalar também na cidade paulista um centro de pesquisa e desenvolvimento com foco em estudos e tecnologias para veículos elétricos, baterias, smart grid, energia solar e iluminação.

Stella Li – Vice-Presidente sênior da BYD

“Creio que o nosso compromisso com a tecnologia e a inovação em tudo o que fazemos, trará aos brasileiros uma alternativa em energia renovável para enfrentar os desafios futuros, e viver uma vida mais saudável e mais gratificante”, afirma a vice-presidente sênior da BYD, Stella Li.

Para saber mais sobre a política de contratação desta empresa acesse Principles of Human Resource Division.

Fonte - Licio Melo, Reuters

Acompanhe todas as novidades e números do mercado industrial brasileiro e LATAM em meu:


Nenhum comentário em "BYD Energy investe 150 milhões e vai criar 300 vagas diretas"